quarta-feira, 16 de março de 2011

NILDO para quem chegar!

Se você gosta de comida mexicana, contemple o bom atendimento do "Nildo". Um garçon moreno, estatura media, cabelo raspado, traços bem feitos e de um humor fantástico. A cerveja que ele trás a sua mesa é "mofada", geladissima. Uma sintonia com seu seu paladar.
Sua indicação de petiscos, é entendida com objetivo. E a educação no atendimento é perfeito!Localizado na Pituba, vale muito a pena saborear uma gelada com os amigos e ser atendida pelo o bom humor do garçon Josenildo. Que ele tenha sempre sucesso e reconhecimento.
Parabéns ao Bar Tijuana!!

segunda-feira, 14 de março de 2011

Desculpe....eu errei!!!

Fascinante a cena que assisti hoje. Digna de parabéns pela humildade e reconhecimento do próprio erro.
Um motorista fechou um outro veiculo e desceu depois do susto e pediu perdão!!! O Taxista ainda nervoso, xingava o humildade homem, que repetia: Desculpe-me, perdoe-me, eu errei,sei que errei!!!
Fantástico!
Por não estarem acostumados em desculpas, demoramos a aceitar o pedido.... A ironia do estresse leva a discordância do normal. Normal errar, mas já não é normal se desculpar. Normal pedir desculpa, quando temos esclarecimento que devemos pedir desculpas, é normal!
Que mundo maravilhoso seria se todos aderissem ao pedido de qualquer erro, até mesmo obrigado por se desculpar!Vamos tentar!

sexta-feira, 11 de março de 2011

Diabo ou Habibs


A loja do Habibs no Pituba em SSA, não funciona, entra e sai ano, continua com descaso aos clientes.Demora no atendimento ,na entrega do pedido,no recebimento no caixa. Não adianta reclamar, ninguém faz nada. Percebi um gerente que tem mais anos de casa, mas acho ele um péssimo profissional. Alguém tem que fazer alguma coisa, funciona 24 h e vive cheia, e dão uma mesma desculpa, os caixas estão com os sistemas em manutenção, eu escuto isso há 4 meses. A cozinha tem teto despenhando, isso que eu vi de fora,imagina lá dentro.
A funcionaria do caixa, deu bronca em alto tom, reclamando ao colega da entrega, que era impossível ela servir o balcão, receber no caixa e embalar os pedidos. Concordo e disse ser um absurdo, afinal se der diferença no caixa, ela paga!É um inferno comer no Habibs e aturar Esfirra com cara de Diabo!!

sexta-feira, 4 de março de 2011

Satisfazer necessidades biológicas?

A prefeitura de Salvador deveria distribuir no Carnaval, um guia e um mapa de localização dos banheiros químicos.
É uma loucura, andar pela madrugada, e buscar onde fazer seu "xixi", em um lugar mais ou menos limpo e sem precisar usar mascara de bio-segurança, daquelas que protegem os olhos e o nariz. Mas o importante é calcular o tempo e os metros que você irá andar para encontra-los, antes que sua bexiga exploda ou fabrique cálculos e você tenha que sair no Samu,com cólica renal.
Prefeito João Henrique, o senhor tem a logística do liquido ingerido e expelido durante o Carnaval, por 2 milhões de pessoas além de habitantes? Como a lei do "xixi" na rua poderá vingar se não tem banheiros para toda essa gente?
Os passeios tomados por ambulantes, com colchão e crianças sonolentas ao meio de urina fermentada, regada ao vento por todos os lados. Ontem, andei por 20 minutos procurando um banheiro químico, homens e mulheres reclamando, insatisfeitos. O Subway vende seu sanduiche e fecha os banheiros para os clientes.
 Absurdo,vergonha, na cidade do melhor Carnaval do mundo!!!

terça-feira, 1 de março de 2011

60 ou 65 anos?

Hoje vi uma discussão na loja Claro do shopping Salvador, onde fiquei em duvida do meu próprio conhecimento. Um atendente discutia com um idoso ao perguntar sua idade, afirmando que acima dos 65 anos é que tem direito ao atendimento preferencial. Ele dizia com tanta certeza, e o idoso blasfemava até a data da criação da lei. Sabemos que 65 anos dá direito ao passe grátis de ónibus, e todos imaginam valer para filas e atendimento. Ops, errado!!!
        Art. 1o É instituído o Estatuto do Idoso, destinado a regular os direitos assegurados às pessoas com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos.
        Art. 2o O idoso goza de todos os direitos fundamentais inerentes à pessoa humana, sem prejuízo da proteção integral de que trata esta Lei, assegurando-se-lhe, por lei ou por outros meios, todas as oportunidades e facilidades, para preservação de sua saúde física e mental e seu aperfeiçoamento moral, intelectual, espiritual e social, em condições de liberdade e dignidade.
Se uma loja, do porte da Claro não sabe orientar seus funcionários para o perfeito atendimento de clientes jovens, imagina os idosos. Devo ressaltar que o gerente da loja, não ficou observando,resolveu a contratempo, com atendimento personalizado. Parabéns!