quinta-feira, 30 de junho de 2011

Imprensa Investigadora!

Na matéria "Que Lei é essa" do dia 22/06/2011, Estado de Minas, venho tentar esclarecer o que o jornalista não fez.
Sanitizar significa processo de higienização que envolve processo para obter um grau de higiene e limpeza em todos os componentes do ambiente de trabalho, reduzindo assim os microrganismos presente a um  numero compatível ao produto.
Sou enfermeira e hoje buscamos um meio de evitar a infecção hospitalar, numero alarmante nos hospitais. Sabemos que o contagio de pessoas a pacientes são um dos veículos de transmitir doenças, assim como uma pessoa com renite alérgica cronica, frequenta um cinema ou um teatro,como o Minas centro, pode adquirir uma sinusite, por respirar em um ambiente contaminado, sem manutenção de ar condicionado e carpetes.Essa pessoa gastará com medicamentos paliativo, e terá uma licença trabalhista de pelo menos 5 dias! Esse mesmo, pode levar ao hospital a mesma bactéria para um doente de baixa resistência. Essa foi a Lei que aplaudi, pois protege a população de doenças trabalhistas, pois o funcionário trabalha em um ambiente climatizado sem as normas de limpeza e manutenção dos aparelhos de ar. O Hospital João XXIII tem um ar condicionado precário, onde alimenta focos de fungos e bactérias, propagando as doenças. Tentamos fazer um piloto no andar dos queimados, afim de provarmos a eficácia do produto e não conseguimos por ordem politica ou sei lá. Um diretor de um hospital do Barreiro, me disse que quem sustenta os hospitais é o medicamento, a internação acima de 14 dias.
Dr.Carlos Starling também quis fazer um piloto na UTI e comprovar a eliminação de cepas de varias bactérias. Esse sendo o maior infectologista da América do Sul e um dos melhores do mundo, não foi suficiente para ter apoio e verba de pesquisa. Mas quando vários hospitais estão no pico do gráfico em infecção, o chamam  para resolver. Sem um seguimento na profilaxia será sempre assim.
Será porque?
Por isso venho esclarecer que a sanitização nos ambientes de trabalho, hospitais, teatros, aeroportos, consultórios,clínicas dentarias, salas de espera hospitalar, em crise a epidemias, seria melhor que comprar milhões de vacinas de laboratórios sangue-sugas do poder politico.
Parabéns ao Vereador Pablito e ao Prefeito Márcio,e que faça valer a lei principalmente em hospitais públicos,onde falta papel higiênico,soro e medicação. E nós enfermeiras doamos cuidados da profissão e muito amor, mesmo deparando com situações impossíveis de acreditar.
Ao que diz à pesquisas cientificas, o produto Sanik, da empresa Supersan tem licença na ANVISA e testes de cepas importantes na eliminação das bactérias como:Pseudomonas aeruginosa, Staphylococcus aureus e a Escherichia coli comuns no ambiente hospitalar.
Que seja feita justiça na matéria desinformada do caro jornalista! Pesquise!

Obrigada!

sábado, 18 de junho de 2011

Canários e Rolinhas

É um pássaro com um comprimento total de 12,5 centímetros e com um comprimento de asa de 71 milímetros. A sua plumagem é geralmente amarelada com a parte inferior do ventre de cor clara.

Então minha amiga Terezinha resolve alimentar as Rolinhas com canjiquinha e nessa devassa esplanada de aves, chegam os Canários, rei Sabiá e Rolinha, dividindo sem confusão, o alimento ofertado de coração.
Esse ato de amor e respeito aos animais de uma forma responsável e igualmente relevante é a Terezinha, que  alimenta-os em seu quintal sempre admirando o desfrute dos bichinhos em encher o papo.
Eu sempre amei animais, os tive desde criança e soube com o tempo como o sentimento desses bichinhos, até de uma lagartixa é visivelmente real.

Mas vi a tristeza dela ao descobrir que a ração que compra no mesmo estabelecimento há muito tempo, vinha em menor quantidade. O pedido era feito por telefone, marcava o dia, passava de carro, enchia o porta malas de ração para um mês e pagava em cheque.

Desconfiada por durar apenas dez dias, chegou a pensar que o numero de hospedes ( passarinhos), tinha aumentado e foi pensando que a quantidade poderia ser a mesma, descobriu algo errado.

O proprietário não pesava o real 20 kilos de ração, mandava apenas a metade.
Descobriu apenas em não ligar fazendo o pedido, foi direto a loja e viu a pesagem.
Realmente concluiu, estava levando metade e pagando o inteiro, e deslocando duas vezes no mês para que seus "bichinhos" não passassem fome.
Na verdade pagando 40 kilos no mês e consumindo os 20 kilos divididos em dois. Uma vergonha!!!!

-Indignada, triste, chateada!! 
Foram as palavras que ouvi e resumi: 
- obra de marqueteiro!

Confiança subliminar é aquela que não pode ser captada diretamente pelos sentidos humanos, mas é percebida pelo inconsciente. Um exemplo são a embalagens que compramos nos supermercados, indicando um volume, kg ou litros e pagamos sem conferir.
Como garantir que estão sendo corretos com sua compra? Só averiguando!!

E nessa de achar que somos enganados o tempo todo, quem garante que sua conta de Luz é real?
E a água onde faço esforço de economizar, tenho medo da falta dela, será que está contabilizada certa?
E a bomba de Gasolina, será que foi mesmo os 10 litros que o display mostrou?
Será que somos passados para trás o tempo todo?

Lamentável amiga Terezinha!